Política económica europeia é assunto para outras eleições

Apesar das diferenças entre esquerda e direita, a reduzida vontade de falar de mudanças na política económica europeia é um ponto comum a quase todo o espectro político alemão nestas eleições.

Foto
EPA/OMER MESSINGER

À espera de uma mudança de rumo à saída das eleições alemãs, aqueles que anseiam por políticas orçamentais menos restritivas, maior partilha de riscos e mais transferências entre países na União Europeia arriscam-se, mais uma vez, a sair desiludidos.