Casal morto a tiro em Braga

O suspeito do crime era cunhado das vítimas mortais. Quando chegaram ao local, os militares da GNR ainda ouviram disparos.

Foto
Nuno Ferreira Monteiro

Um casal foi morto a tiro esta segunda-feira na freguesia de Pedralva, em Braga. A mulher e o homem tinham ambos idades compreendidas entre os 50 e os 60 anos. A notícia foi confirmada pelo PÚBLICO junto de fonte oficial do Comando Territorial da GNR de Braga. O suspeito foi encontrado morto na sua habitação e a GNR acredita que terá posto termo à vida.

Segundo a mesma fonte, a vítima de sexo masculino foi encontrada morta no logradouro da sua casa e a de sexo feminino foi encontrada na via pública. O alegado homicida era marido da irmã da vítima masculina e esteve barricado na sua habitação. A operação da GNR foi encerrada pouco depois das 22h desta segunda-feira, depois de aquela força policial ter entrado na casa do suspeito e o ter encontrado sem vida. A investigação foi entregue à Polícia Judiciária. 

Ao PÚBLICO, fonte dos Bombeiros Voluntários de Braga indicou que a esposa e a filha do suspeito estariam a ser vítimas de violência doméstica e que por isso terão fugido de casa há uma semana, tendo sido alojadas numa instituição. Terá sido esse motivo que levou o suspeito a procurar o cunhado, com o intuito de descobrir onde as duas se encontravam. Contudo, ao PÚBLICO, a GNR não confirmou o crime de violência doméstica. O responsável de relações públicas no local, tenente-coronel Rocha, garantiu que “a ficha do suspeito” a que tem acesso “não tem qualquer registo”.

Os operacionais da GNR terão ouvido ainda alguns disparos à chegada ao local. O alerta foi dado perto das 15h10 e, além da GNR, estiveram também presentes elementos do INEM, dos Bombeiros Voluntários de Braga e da Polícia Judiciária. com Lusa

Notícia actualizada pela última vez às 22h35 do dia 20 de Setembro de 2021 com a informação de que o suspeito foi encontrado morto pela GNR, que encerrou a intervenção.