Covid-19: alunos portugueses são os que ficam mais tempo em isolamento na União Europeia

Entre a obrigatoriedade e a recomendação do uso de máscara e da testagem à covid-19, os 27 da União Europeia iniciam o ano escolar em contexto pandémico e, na sua maioria, com a distinção entre vacinados e não vacinados.

Foto
Paulo Pimenta

O ano lectivo arrancou, como sempre, a várias velocidades, sendo esta segunda-feira o dia em que todas as escolas iniciaram mesmo a actividade escolar. Também a diferentes velocidades e com medidas diversas consoante o contexto pandémico, as aulas são retomadas durante este mês de Setembro um pouco por toda a Europa. Os 27 países da União Europeia (UE) avançam maioritariamente com o ensino presencial, com uma forte aposta na vacinação, implementando regras que distinguem vacinados de não vacinados. Há apenas dois países que não fazem essa distinção: Portugal e Roménia. No caso português, o número de dias de isolamento (14) é o maior da UE.