Fogo Fogo estreiam Fladu Fla, música para dançar e pensar, com capa de Vhils

Seis anos após a fundação, os Fogo Fogo lançam um álbum de originais marcado pelos ritmos do funaná e vão apresentá-lo ao vivo em Outubro, em Lisboa e no Porto.

Foto
O Fogo Fogo: da esquerda para a direita, David Pessoa, Francisco Rebelo, Edu Mundo, Danilo Lopes e João Gomes ARLINDO CAMACHO

Nasceram de um desafio lançado pela Casa Independente (no Largo do Intendente, em Lisboa), começaram a ensaiar no final de 2014 como Fogo Fogo e o seu concerto de estreia foi em Janeiro de 2015. Nesse mesmo ano lançariam um EP homónimo, Fogo Fogo, ao qual se seguiram mais tarde dois singles, Nha Cutelo (2018) e Dia Não (2019). Agora, chega às plataformas digitais e em CD o primeiro álbum do grupo, Fladu Fla, o que quer dizer algo como “passar de boca em boca” e vão apresentá-lo ao vivo em Outubro, em três concertos, dois em Lisboa (dia 2 no Fnac Live, no Pavilhão Carlos Lopes; e dia 10 no encerramento do Festival Iminente, às 23h) e um no Porto (dia 15 no Hard Club, às 22h).

Sugerir correcção
Comentar