Reforma antecipada de pessoas com deficiência pode deixar mais de metade a receber abaixo do limiar da pobreza

Estudo, que foi entregue esta quinta-feira aos grupos parlamentares, aponta para um universo de 6760 pessoas.

Foto
Nuno Ferreira Santos

O estudo sobre reforma antecipada das pessoas com deficiência entrou esta quinta-feira na Assembleia da República. Estima-se que a antecipação da idade da reforma possa abranger 6760 pessoas e que mais de metade fique abaixo do limiar da pobreza.