Covid-19 em Portugal: seis mortes e 1062 casos. Internamentos voltam a descer

Há actualmente 497 doentes internados, menos 30 pessoas do que no último balanço.

Foto
Paulo Pimenta

Portugal registou na quarta-feira mais seis mortes e 1062 casos de infecção pelo novo coronavírus. No total, desde o início da pandemia, o país já reportou 17.888 óbitos e 1.059.409 infecções por SARS-CoV-2. Os dados constam do boletim epidemiológico da Direcção-Geral da Saúde (DGS) divulgado esta quinta-feira.

Há actualmente 497 doentes internados, o que representa uma descida de 30 pessoas em relação ao dia anterior, mantendo-se assim a tendência descendente dos últimos três dias. Entre as hospitalizações, 103 são em unidades de cuidados intensivos, menos 16 doentes do que no último balanço. 

Lisboa e Vale do Tejo reportou metade dos óbitos (três). As restantes mortes foram verificadas no Norte, Centro e Alentejo, com cada uma das regiões a registar um óbito. Entre as vítimas mortais contam-se um homem com idade entre os 50 e os 59 anos e as restantes pessoas tinham mais de 80 anos (quatro homens e uma mulher). 

Foi no Norte que mais infecções se verificaram, com a região a somar 425 novos casos. Seguem-se Lisboa e Vale do Tejo com 337 casos, o Centro com 146, o Algarve (78) e o Alentejo (50). Na Região Autónoma da Madeira contam-se 14 infecções e 12 nos Açores.

De acordo com a DGS, recuperaram da doença 1431 pessoas em 24 horas. Desde o início da pandemia contam-se 1.006.356 doentes recuperados.

O boletim da DGS dá ainda conta de 35.165 casos activos da doença, menos 375 em relação a terça-feira. Este número é conseguido depois de subtraídos o número de mortes e de recuperados ao número total de casos.

Esta quinta-feira, os membros do Governo voltam a reunir-se com peritos no Infarmed para avaliar a situação epidemiológica em Portugal, num momento em que o país se aproxima da meta de 85% da população totalmente vacinada contra a covid-19.