Von der Leyen quer melhorar a preparação e capacidade de resposta da UE na saúde e na defesa

No discurso sobre o estado da União Europeia, no Parlamento Europeu de Estrasburgo, a presidente da Comissão propôs a criação de um novo Centro Comum de Conhecimento da Situação e uma nova missão de resiliência sanitária, para que “um vírus não possa tornar uma epidemia local numa pandemia global”.

Foto
Ursula von der Leyen, Presidente da Comissão Europeia YVES HERMAN/Reuters

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, propôs nesta quarta-feira a criação de uma série de novas agências europeias para melhorar a preparação e capacidade de resposta da União Europeia a crises, que tanto podem ser sanitárias, como a pandemia de covid-19, como de defesa e segurança, como no Afeganistão, nas fronteiras externas da Europa, nos sistemas de informação ou no ciberespaço.