Os anos de Sampaio: tocar piano, praticar boxe, salvar o mundo

Jorge Fernando Branco Sampaio morreu esta sexta-feria aos 81 anos, em Lisboa.

Foto
Luta estudantil

Fez quase tudo o que podia fazer em política — foi autarca, governante, deputado, Presidente da República —, menos ser primeiro-ministro. Saiu pela porta grande, a do Palácio de Belém, e depois de deixar os holofotes continuou a dedicar-se a causas, como a da tuberculose, a do combate ao extremismo ou a da emergência académica de jovens em zonas de conflito.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários