Das quintas de recreio à cultura cigana, o festival Todos revela a Charneca e a Ameixoeira

Espectáculos, exposições, visitas e oficinas que são “pretextos para a descoberta e a relação” com culturas e realidades muito diferentes. É esta a proposta do Todos para 2021. Um “Tempo da Verdade”, sem preconceitos.

patrimonio,teatro,local,danca,musica,lisboa,
Fotogaleria
O espectáculo Mágua di Nôs Partida, de Rafael Barreto, habitante do Bairro da Cruz Vermelha André Sousa
patrimonio,teatro,local,danca,musica,lisboa,
Fotogaleria
O Amoukanama Circus apresenta-se no domingo, dia 12 dr
patrimonio,teatro,local,danca,musica,lisboa,
Fotogaleria
Espectáculo Aurora Negra, dias 18 e 19 às 21h na Academia de Música de Santa Cecília dr
patrimonio,teatro,local,danca,musica,lisboa,
Fotogaleria
O cantor de origem cigana Diego El Gavi apresenta-se dia 18 no jardim da Quinta Alegre dr

A cada três anos, o Festival Todos – Caminhada de Culturas (que se realiza nos fins-de-semana de 11 e 12 e de 18 e 19 de Setembro) muda de território dentro de Lisboa. O ano de 2021 é o início de uma nova aventura que leva a equipa a desbravar dois bairros vizinhos mas com diferenças profundas e fisicamente separados pelo eixo Norte-Sul: a Charneca e a Ameixoeira, integradas na freguesia de Santa Clara, criada em 2013.