Simone Duarte: “Há um ressentimento gigantesco no Médio Oriente e na Ásia Central com os EUA”

Jornalista brasileira foi a voz dos atentados para milhões de pessoas, na TV Globo. Mas foram as vidas que os ataques nos EUA mudaram para sempre – no Médio Oriente e na Ásia Central – que quis narrar e que agora conta em livro.

Foto
Simone Duarte a bordo de um helicóptero que sobrevoa o Vale do Swat, no Paquistão, em Março de 2019 DR

“De repente, vejo fumo, olho e grito: ‘A torre caiu! A torre caiu!’”. Simone Duarte tinha uma boa história para contar. No dia 11 de Setembro de 2001 esteve mais de duas horas em directo, a partir de Nova Iorque, a narrar o maior ataque terrorista da história dos Estados Unidos aos milhões de telespectadores que assistiam à transmissão da TV Globo.

Sugerir correcção
Ler 34 comentários