Juízes querem ouvir Ricardo Salgado mesmo com lapsos de memória. Banqueiro terá de escolher

Ex-banqueiro está a ser julgado por alegadamente se ter apropriado de 10,6 milhões de euros, com origem na Espírito Santo Enterprises, tida como o “saco azul” do Grupo Espírito Santo.

Foto
LUSA/PAULO CUNHA

A perícia neurológica pedida pela defesa de Ricardo Salgado foi recusada pelos juízes responsáveis pelo processo e agora o ex-banqueiro vai ter de decidir se quer ou não prestar declarações em sede de julgamento.