ADSE ameaça denunciar convenções se médicos disponibilizados pelos privados não forem suficientes

Conselho directivo da ADSE responde aos privados que estão a contestar a nova tabela de preços, ameaçando denunciar convenções para proteger a qualidade do serviço prestado aos beneficiários.

Foto
Maria Manuela Faria, presidente do conselho directivo da ADSE, decidiu responder à ofensiva de alguns grupos privados contra a nova tabela de preços Rui Gaudêncio

A ADSE está a ponderar denunciar as convenções com os hospitais e clínicas privadas nas áreas em que os serviços ou o corpo clínico disponibilizados não são suficientes, desde que haja alternativas no regime convencionado para onde os beneficiários possam ser encaminhados. A ameaça surge como resposta aos grupos privados que decidiram retirar médicos, exames, partos e algumas cirurgias do regime convencionado, depois de a 1 de Setembro ter entrado em vigor a nova tabela de preços.

Sugerir correcção
Ler 22 comentários