Lisboa na Rua com cinema, música clássica e espectáculos infantis

Diversidade, igualdade e inclusão caracterizam as actividades desta semana.

Foto
Grande parte da programação realiza-se no jardim do Museu de Lisboa - Palácio Pimenta Nicolau Botequilha / Arquivo

A programação do Lisboa na Rua, preparada pela empresa cultural de Lisboa EGEAC, conta com propostas variadas e gratuitas para todas as idades. Até ao dia 12 de Setembro há cinema ao ar livre, um concerto de música clássica e o espectáculo infantil Antiprincesas. Durante a semana realizam-se ainda uma exposição e oficinas de fotografia e aulas de dança no exterior. A iniciativa estende-se até ao dia 26 deste mês, por vários espaços da cidade.

Nos dias 10 e 11 de Setembro, a partir das 21h30, o jardim do Museu de Lisboa - Palácio Pimenta transforma-se numa sala de cinema ao ar livre para receber uma nova edição do Cinecidade. Este ano o ciclo é dedicado aos direitos humanos, tendo como pano de fundo o mundo do desporto. Na sexta-feira é projectado o documentário Offside: Fora de Jogo, de Janar Panahi, e sábado o The Athlete, de Rasselas Lakew​. Podem ser levantados dois bilhetes por pessoa, até 15 minutos antes do início das sessões, na Bilheteira do Museu de Lisboa.

A Orquestra Gulbenkian actua na Fundação no dia 10, às 19h. O maestro Martim Sousa Tavares vai dirigir pela primeira vez a orquestra, que vai contar com a participação do trompetista Adrián Martínez e do vioncelista Levon Mouradian. Vão ser tocadas obras de música clássica europeia, mas também temas do cancioneiro popular norte-americano. Os ingressos vão estar disponíveis na bilheteira da fundação.

No sábado e no domingo, às 11h e às 16h, os mais novos e os seus pais podem assistir a uma peça teatral sobre Leonor, a Marquesa de Alorna, na Estufa Fria. Esta insere-se no ciclo infantil de espectáculos das Antiprincesas, de Cláudia Gaiolas, dedicado a mulheres portuguesas que marcaram a história. A entrada está sujeita a reserva prévia através de bilheteira@teatrosaoluiz.pt e levantamento no dia do espectáculo, 30 minutos antes deste começar.

Este ano, o projecto Parallel Review marca presença no Lisboa na Rua. A exposição fotográfica “Extended Atlas” está patente desde 9 de Setembro até 31 de Outubro, no exterior do Mercado de Alvalade. Já no dia 11 de Setembro, em parceria com a associação Tira-Olhos, o projecto organiza oficinas dedicadas aos processos alternativos na fotografia no jardim do Museu de Lisboa. As sessões têm lotação máxima de seis pessoas e inscrição obrigatória através de um formulário.

Também no jardim do Museu, no dia 12, às 17h30, a pista de dança do ciclo Dançar a Cidade volta a abrir. O professor João Lara Pereira vai ensinar os participantes a dançar o Flamenco, um estilo de dança apreciado especialmente pela sua intensidade, e as Sevilhanas, uma dança própria do folclore Andaluz. Os bilhetes podem ser levantados no local, no próprio dia, a partir das 15h30.

Entre Abril e Dezembro, a Cultura na Rua, da qual faz parte o programa Lisboa na Rua, leva música, teatro, cinema, dança, literatura e poesia ao espaço público. Até ao final do ano vão ainda decorrer os momentos musicais Natal em Lisboa, em locais históricos e culturais da cidade, e a Passagem, no Terreiro do Paço. Toda a programação da Cultura na Rua pode ser consultada em https://www.culturanarua.pt/.

Texto editado por Ana Fernandes