Reforço de vagas garante entrada a 56 mil estudantes

Mesmo com os acréscimos, a oferta pública continua a não chegar para todos os quase 64 mil candidatos. Alunos têm três dias, durante a próxima semana, para rever opções.

Foto
Nuno Ferreira Santos

O reforço de vagas no ensino superior público, aprovado na semana passada pelo Governo, permitiu adicionar 3080 lugares nas universidades e politécnicos face ao inicialmente fixado, acima das previsões do ministro Manuel Heitor. Serão agora mais de 56 mil os estudantes com entrada possível num curso superior. Este número é avançado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES), um dia depois de ter terminado o prazo dado às instituições para fazerem acréscimos à respectiva oferta.