Consulta pública das regras para o litoral alentejano acabou submersa em Agosto - e todos pedem mais tempo

Autarcas, organizações não governamentais e movimentos de cidadãos exigem ao Governo a suspensão do programa de consulta pública para possibilitar uma participação mais activa dos cidadãos.

Foto
Rui Gaudencio

A Agência Portuguesa do Ambiente (APA) colocou em discussão pública, no portal Participa, entre 26 Julho e 3 de Setembro, o Programa da Orla Costeira Espichel - Odeceixe (POC-OE). Os cidadãos interessados na discussão do documento distribuído por 10 volumes e 1630 páginas, dispuseram de 38 dias (termina nesta sexta-feira) para consultar e participar na análise da proposta apresentada pela APA, um escasso período que está gerar controvérsia, sobretudo entre as organizações ambientalistas, por se tratar de um documento complexo e extenso e que foi elaborado ao longo de uma década.  

Sugerir correcção
Comentar