Israel e os incêndios florestais: as achas para a fogueira do corte de relações da Argélia com Marrocos

Argel acusou Rabat de estar indirectamente ligado aos fogos que, em Agosto, devastaram a região de Cabília, no Norte do País e não gostou do reatamento dos laços diplomáticos do país vizinho com Telavive.

Foto
A visita do ministro dos Negócios Estrangeiros de Israel, Yair Lapid, a Marrocos, serviu para irritar o Governo argelino YOUSSEF BOUDLAL/Reuters

A 11 de Agosto, enquanto os incêndios florestais devastavam o Norte da Argélia, o ministro dos Negócios Estrangeiros de Israel, Yair Lapid, chegava a Marrocos para a primeira visita oficial desde o restabelecimento pleno dos laços diplomáticos entre os dois países em 2020. Os dois acontecimentos, sem relação natural entre eles, revelar-se-iam decisivos para o corte de relações de Argel com Rabat, duas semanas depois.

Sugerir correcção
Comentar