Lua-de-mel na Polónia? Depende

A atleta olímpica que desertou da Bielorrússia escolheu a Polónia como refúgio porque não percebe nada de democracia? Tenham piedade. Visto de Minsk, Varsóvia é um paraíso.

Regresso a Krystsina Tsimanouskaya, a velocista que desertou da Bielorrússia durante os Jogos Olímpicos de Tóquio. Quero acrescentar uma camada; em rigor, duas. A primeira é a Polónia.