Covid-19: 72% da população portuguesa já tem vacinação completa

73% dos adultos dos 18 aos 24 anos já receberam pelo menos uma dose da vacina. Grupo etário dos 25 aos 49 anos perto dos 90% com pelo menos uma dose já tomada.

Foto
Paulo Pimenta

Na última semana foram administradas em Portugal perto de 600 mil doses da vacina contra a covid-19, entre pessoas que receberam a primeira dose e as que completaram o esquema vacinal. Segundo o relatório de vacinação da Direcção-Geral da Saúde (DGS) divulgado nesta terça-feira – e com dados que vão até domingo, 22 de Agosto –, o país soma mais de 8,2 milhões de pessoas vacinadas com pelo menos uma dose da vacina (8.264.486), o que corresponde a 80% da população portuguesa. Destas, 7.399.577 já têm a vacinação completa (72% da população).

A percentagem de população com pelo menos uma dose da vacina já está desactualizada face ao número anunciado pelo vice-almirante Gouveia e Melo, coordenador da task force responsável pela vacinação, que esta quarta-feira adiantou que Portugal já tem 81,6% da população inoculada com pelo menos uma dose. O responsável disse até que a percentagem de 85% da população vacinada deverá ser atingida na próxima semana.

Numa altura em que a esmagadora maioria da população mais velha já está imunizada, o maior aumento da cobertura vacinal verifica-se no grupo etário dos 18 aos 24 anos: com pelo menos uma dose há agora 73% desta população, mais 19% do que na semana anterior (mais 150.027), sendo que com a vacinação completa estão agora 39% (mais 9%, 74.163 doses).

Em termos absolutos, o grupo etário com maior número de primeiras doses administradas foi o dos zero aos 17 anos, graças à vacinação dos jovens dos 12 aos 15 anos durante o fim-de-semana. Foram administradas, entre 15 e 22 de Agosto, 177.154 primeiras doses em pessoas dos 12 aos 17 anos, para um total de 329.446 pessoas (19%). Como neste grupo apenas está aprovada a vacina da Pfizer, que requer duas tomas, o número de jovens com vacinação completa ainda é quase nulo, com apenas 5393 nesta situação.

O grupo etário dos 25 aos 49 anos adivinha-se como o próximo a atingir os 90% de cobertura vacinal com pelo menos uma dose: está agora em 87% (2.901.189), sendo que 74% já tem a vacinação completa (2.469.125).

As restantes faixas etárias já somam todas mais de 90% da população respectiva com vacinação completa. Os grupos dos 65 aos 79 anos e com 80 ou mais anos apresentam percentagens idênticas, com 99% das pessoas com pelo menos uma dose e 97% já completamente imunizadas. Já nos 50 aos 64 anos há 97% pelo menos parcialmente imunizada e 91% com o esquema vacinal completo.

Norte, Centro e Alentejo acima dos 80%

Relativamente à vacinação por regiões, a Norte foi quem registou mais doses administradas, com mais 229.218 na última semana. Até domingo totalizava perto de cinco milhões de doses administradas (4.995.698), uma figura que já terá sido ultrapassada até esta quarta-feira, e conta com 83% da população regional com pelo menos uma dose administrada e 69% com o esquema vacinal completo. É, a par do Alentejo, a região do país com maior cobertura vacinal em termos percentuais. O Alentejo soma 660.285 doses administradas (mais 28.672), com 83% da população pelo menos parcialmente vacinada e 70% com a vacinação completa.

Além destas duas, a região Centro também já conta com uma cobertura vacinal acima dos 80% (81%), tendo somado 96.892 doses administradas na última semana para um total de 2.345.469. 70% da população já está completamente imunizada.

Lisboa e Vale do Tejo foi a segunda região com mais doses administradas, ao somar 197.339 (total de 4.953.488). Contabiliza 78% da população com a vacinação iniciada e 66% com imunização completa, os registos mais baixos em termos continentais – o Algarve tem 79% com pelo menos uma dose tomada e 68% com a vacinação concluída, num total de 587.068 doses, 24.319 das quais na última semana.

Nos arquipélagos, a Madeira já vacinou 77% da população residente com pelo uma dose e 69% tem a vacinação completa (352.119 doses administradas, mais 11.392). Já os Açores registam 75% da população residente com uma dose tomada e 66% completamente vacinada (322.627 doses, mais 9572).