Apoio ao estudo só chega a 21% dos alunos com média negativa no 12.º ano

No 12.º ano, 38% dos alunos têm apoio ao estudo, segundo relatório da Direcção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência. Entre os alunos com notas entre os 18 e os 20 valores, 47% têm explicações. Já entre os que não passam dos nove valores, apenas 21% usufruem desse apoio. A maioria dos pais opta por pagar ao explicador fora da escola.

Foto
Sem surpresas, o apoio ao estudo espelha as desigualdades sócio-económicas dos alunos Paulo Pimenta (arquivo)

Os alunos do 12.º ano que mais recorreram ao apoio ao estudo no ano lectivo de 2018/19 (dentro da escola, mas sobretudo pagando a um explicador) são os que já tinham as melhores notas no ano lectivo anterior. No universo das escolas públicas e privadas, 47% dos alunos que chegaram ao 12.º ano com notas entre 18 e os 20 valores usufruíam desse apoio, segundo um relatório da Direcção-Geral de Estatísticas da Educação (DGEEC). No outro extremo, entre os alunos com negativa, e que são em tese os que mais necessitariam desse complemento, apenas 21% beneficiavam de apoio ou explicações.

Sugerir correcção
Ler 6 comentários