Fim das moratórias: medidas de protecção às famílias são “insuficientes”, diz a Deco

Há mais famílias a pedir informações sobre processo de insolvência pessoal e a associação de defesa do consumidor teme que muitos particulares sejam “empurrados” para a insolvência sem conhecerem os riscos.

Foto
Paulo Pimenta

É já a 30 de Setembro que termina a moratória de crédito à habitação e de alguns créditos pessoais. A partir daí, perto de 243 mil devedores, dos quais 230 mil com empréstimo da casa, no montante total de 14.400 milhões de euros, têm de retomar o pagamento das prestações, ou renegociar com os bancos novas condições de pagamento. Uma possibilidade que pode não ser suficiente para as famílias que apresentem maiores dificuldades financeiras, como as que se encontrem em situação de desemprego.

Sugerir correcção
Ler 6 comentários