Daesh denuncia “falsa vitória” dos taliban e apresenta-se como defensor da “verdadeira lei islâmica”

Num editorial na sua publicação oficial, o grupo que chegou a governar partes do Iraque e da Síria acusa os taliban de terem feito um acordo com os EUA para regressarem ao poder no Afeganistão. Para o Daesh, é isso que explica a queda do Governo afegão e as operações de repatriamento em curso.

Foto
As operações de repatriamento prosseguem no aeroporto de Cabul EPA/BUNDESWEHR / MARC TESSENSOHN / HANDOUT

A reconquista do poder pelos taliban no Afeganistão, sem a oposição das forças apoiadas pelos EUA e com promessas de um futuro mais inclusivo no país, é vista pelos rivais do Daesh como uma conspiração para fragilizar a sua própria proposta ultra-radical de criação de um Estado islâmico.

Sugerir correcção
Ler 6 comentários