Concurso para transportes na Área Metropolitana do Porto envolto em incerteza

Só depois das eleições se perceberá se vai ser feita a adjudicação do concurso. Presidente da AMP admite vários cenários

Foto
Concurso implica melhoria nas frotas em serviço nos 17 concelhos da região Paulo Pimenta

O concurso para o serviço de transporte público da Área Metropolitana do Porto está num impasse. Enquanto Lisboa já teve o visto do Tribunal de Contas e anunciou, esta quinta-feira, a entrada em operação da Carris Metropolitana até Julho de 2022, na AMP a adjudicação ainda nem aconteceu, e pode nem acontecer. Num primeiro momento a contestação judicial por parte de alguns concorrentes preteridos no relatório preliminar fez atrasar o processo, que entretanto sofreu outro revés, com a recusa do município de Gondomar de assinar o contrato de concessão, por discordar dos encargos que terá de assumir.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários