Aldeia de Cima Garrafeira: um branco que puxa o Alentejo para outros patamares

Este vinho branco (2019) é denso, profundo e cremoso. E ao mesmo tempo fino e elegante, intenso e equilibrado.

Foto

É à procura de um branco de grande classe, marcante e sofisticado, que Luísa Amorim não se tem poupado a esforços na sua propriedade da serra do Mendo, no Alentejo. Da vinha às condições da adega, equipamento e cuidados enológicos, tudo alinha pelo padrão da exigência. Uma procura que se apoia na ancestralidade e tradição dos vinhos da região, local onde “a quietude do tempo permite interpretar as origens, respeitando os elementos primários de solo, clima e casta”, como descreve a produtora.

Sugerir correcção
Comentar