Atleta polaca leiloa medalha ganha nos Jogos Olímpicos para ajudar a salvar bebé

Maria Andrejczyk venceu a prata em Tóquio no lançamento do dardo. No final do leilão, o vencedor deixou-a ficar com a medalha.

Foto
A medalha de prata em Tóquio representa a primeira conquista olímpica da jovem de 25 anos INSTAGRAM/Maria Andrejczyk

A atleta polaca de lançamento do dardo, Maria Andrejczyk, leiloou a sua medalha de prata dos Jogos Olímpicos. O objectivo era contribuir para pagar a cirurgia cardíaca urgente a um bebé de oito meses. A medalha foi leiloada por 200 mil zlótis (cerca de 43.627 euros), avança o site norte-americano ABC News. No fim, o comprador disse à atleta para ficar com o prémio olímpico. 

Em Tóquio, a atleta de 25 anos venceu a sua primeira medalha olímpica, depois de ter lutado contra um cancro dos ossos e uma lesão no ombro. Mas Maria Andrejczyk conta, na sua página de Facebook, nem ter pensado duas vezes ao conhecer a história do pequeno Miłoszek Małysa, que nasceu com um grave defeito cardíaco e precisava de uma cirurgia urgente, que os seus pais não conseguiam pagar. “Não passei muito tempo a pensar nisto, foi a primeira angariação de fundos em que participei e sabia que era a certa”, escreveu.

De acordo com a mãe do bebé, Monika, não existiam mais opções de tratamento disponíveis para o pequeno Miłoszek Małysa na Polónia. A única esperança de sobrevivência, explica num testemunho publicado na página de angariação de fundos, é uma cirurgia feita em Stanford, na Califórnia, EUA. Eram necessários 1,5 milhões de zlótis para o tratamento (perto de 328 mil euros), metade do dinheiro já tinha sido angariado pela família do bebé, até a atleta se oferecer para amealhar o restante.

Esta segunda-feira, Maria Andrejczyk anunciou que o vencedor do leilão havia sido a cadeia polaca de lojas de conveniência Zabka. Mas a atleta foi surpreendida — afinal podia ficar com a sua medalha olímpica. “Ficamos comovidos com o gesto bonito e extremamente nobre da nossa atleta olímpica”, pode ler-se na página da empresa, no Facebook

Os fãs de Andrejczyk angariaram ainda mais 300 mil zlótis (cerca de 65.500 euros) para o bebé. Antes de ser conhecido o vencedor do leilão, já a comunidade da atleta, natural de Suwalki, na Polónia, se tinha demonstrado preparada para fazer uma réplica da medalha.