Jude, de 11 anos, caminha mais de 300 quilómetros para salvar a Terra

Inspirado por Greta Thunberg, Jude Walker, de 11 anos, está a caminhar do norte de Inglaterra até Londres. Quer alertar para a crise climática e exigir medidas de redução das emissões de carbono.

causas,jovem,p3,inglaterra,ambiente,alteracoes-climaticas,
Fotogaleria
Reuters/ANDREW COULDRIDGE
causas,jovem,p3,inglaterra,ambiente,alteracoes-climaticas,
Fotogaleria
Reuters/ANDREW COULDRIDGE

Jude Walker, um rapaz de 11 anos, está numa odisseia que espera que ajude a salvar o planeta: caminha, do norte de Inglaterra para Londres, numa tentativa de reunir apoio para uma taxa de carbono que combata as emissões de CO2.

Em parte inspirado pela activista Greta Thunberg, Jude Walker, de Hebden Bridge, Yorkshire, enfrentou colinas, chuvas e incertezas ao longo da sua caminhada de 338 quilómetros até ao Parlamento britânico em Westminster, no centro de Londres.

O aquecimento global está a aproximar-se de uma forma perigosa de entrar numa espiral que foge ao nosso controlo, e é certo que o mundo enfrentará mais problemas climáticos durante as próximas décadas, se não séculos, afirmou este mês um relatório das Nações Unidas sobre o clima.

Embora a maioria dos líderes políticos e investidores reconheça a ciência que explica as alterações climáticas, existem divergências profundas sobre o que deve ser feito para as travar, o quão radical deve ser a resposta — e quem deve pagar por ela.

Para Jude Walker, é evidente que uma taxa de carbono é um passo crucial para abrandar o actual curso da humanidade em direcção ao que chama de um mundo distópico. “Sabemos agora muito mais sobre as alterações climáticas e penso que uma taxa de carbono seria sem dúvida uma das soluções mais adequadas”, disse Jude Walker à Reuters, enquanto caminhava por Woburn Sands, uma cidade 30 quilómetros a norte de Londres.

Jude Walker, acompanhado por família e amigos. ANDREW COULDRIDGE/Reuters
ANDREW COULDRIDGE/Reuters
ANDREW COULDRIDGE/Reuters
ANDREW COULDRIDGE/Reuters
ANDREW COULDRIDGE/Reuters
ANDREW COULDRIDGE/Reuters
Fotogaleria
ANDREW COULDRIDGE/Reuters

Jude quer que as pessoas assinem uma petição que exige uma taxa sobre o carbono. Até à data, assinaram-na quase 57 mil pessoas. Se conseguir 100 mil assinaturas será considerada para debate no Parlamento. Em resposta à petição, o Governo britânico salientou ter sido a primeira potência económica a legislar para a neutralidade carbónica até 2050, e disse estar determinado a garantir que os responsáveis pela poluição continuam a pagar pelas suas emissões.

“Os efeitos das alterações climáticas já são visíveis”, afirma Jude Walker. “Precisamos mesmo de fazer mudanças agora, sobretudo se quisermos evitar consequências devastadoras no futuro.”

Jude percorre 16 quilómetros por dia, sempre acompanhado por membros da sua família ou amigos. Deverá terminar a caminhada no Saint James's Park, em Londres, no sábado, 14 de Agosto.

Antes da conferência sobre o clima da ONU, conhecida como COP26, na Escócia, em Novembro, Jude Walker apela a uma tomada de acção séria para abrandar as alterações climáticas. “Será apenas um mundo distópico se esta cimeira não corresponder aos objectivos”, disse. “Podemos evitar uma catástrofe.”

Sugerir correcção
Ler 3 comentários