Um grande tinto que desmente a ideia de que o Douro é todo igual

O Casa d’Arrochella Cerval Tinto 2014 tem apenas 13% de álcool e possui uma riqueza e um frescor extraordinários.

Foto

Há muitos comentadores de vinho que acham os tintos do Douro todos iguais. Só é possível dizer uma heresia destas por brincadeira ou por desconhecimento da região. Não se pode confundir homogeneização com tipicidade. O maior activo de uma região vitícola é ter um perfil facilmente reconhecível pelos consumidores. O estranho seria haver tintos do Douro com cheiro e sabor a Lisboa ou a Bairrada, por exemplo.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários