De La Verna a Assis: dois amigos vão percorrer 200 quilómetros em defesa dos animais

Márcio e Pedro preparam-se para percorrer cerca de 200 quilómetros em Itália, em defesa da causa animal. Peregrinação Quatro Pés por Quatro Patas vai promover uma angariação de fundos para ajudar a Associação Cão ou Sem Casa e a Aanifeira.

Foto
Pedro e Márcio dr

Em defesa da causa animal, Márcio Correia e Pedro Silva, ambos de 42 anos e de Santa Maria da Feira, preparam-se para percorrer cerca de 200 quilómetros em Itália. O Quatro Pés por Quatro Patas arranca em La Verna, na quinta-feira, 12 de Agosto, e termina entre os dias 19 e 20, com a chegada dos dois peregrinos à Catedral de Assis. O regresso a Portugal está marcado para o dia 23.

“Estaremos, durante a peregrinação, a realizar uma angariação de fundos para [ajudar] a Associação Cão ou Sem Casa e a Aanifeira (Associação dos Amigos dos Animais de Santa Maria da Feira)”, explica Márcio Correia, advogado e candidato à Câmara de Santa Maria da Feira pelo PS, acrescentando que a primeira “promove a adopção de animais abandonados”, enquanto a segunda “os recolhe das ruas”.

Em honra de São Francisco de Assis, padroeiro dos animais, o projecto Quatro Pés por Quatro Patas quer combater o abandono e os maus-tratos a animais e sensibilizar para a importância da existência de associações responsáveis por acolher e cuidar dos respectivos animais.

A peregrinação será narrada diariamente no Instagram e Facebook de Márcio e Pedro, onde, através de directos, vão apelar a doações para ambas as associações, que podem ser feitas por MBWay, Paypal ou transferência bancária.

“Vamos relatando as peripécias e partilhando os nossos sentimentos e pensamentos”, promete Márcio. Vão percorrer as rotas “mais históricas”, sem nunca saberem onde dormir ou comer. Levam calçado e vestuário adequados para “suportar as temperaturas” mais altas da região e, à partida, farão uma média de 30 quilómetros por dia.

Já são peregrinos experientes, inclusive em Itália, mas geralmente partem mais cedo. “Este ano vamos em Agosto, não conseguimos antes”, diz Márcio, culpando a pandemia. “Em termos de preparação, corremos e temos todos os cuidados com o nosso organismo”, esclarece. “Estamos preparados.” Expectativas? Concretizar o objectivo de completar o percurso e “angariar o valor mais alto para as duas instituições”. Embora aproveitem as férias para realizar a peregrinação, Pedro Silva, auxiliar técnico no Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga, confessa: “[Apesar de ser] desgastante, em termos psicológicos é uma lufada de ar fresco para mim.”

Em 2018, à semelhança do projecto Quatro Pés por Quatro Patas, Márcio e Pedro realizaram uma peregrinação de Assis ao Vaticano, percorrendo cerca de 300 quilómetros para angariar cerca de 2 mil euros para a Liga Portuguesa Contra o Cancro.

Texto editado por Amanda Ribeiro

Actualizado com informação sobre a candidatura de Márcio Correia