Por uma lusofonia sem complexos

É chegada a altura de se repensar de novo o papel do Estado no período pós pandemia e a importância dele também na afirmação externa do país.

Quebrado que foi o ciclo do Império, a opção de Portugal foi clara – integrar-se na então CEE, privilegiando laços de amizade e cooperação com os países de língua portuguesa, assumidos como desígnios nacionais a prosseguir de forma articulada pelo Estado, pelas instituições da sociedade civil, pelo mundo empresarial, pelo do trabalho e dos municípios.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários