Cientistas procuram respostas para a surpreendente queda de casos de covid-19 em Inglaterra

O levantamento das restrições, a 19 de Julho, não provocou a vaga de novas infecções que muitos temiam. Explicações apontam para uma série de factores, desde o Verão a um comportamento da população mais prudente do que o esperado.

Foto
O desafio da vacinação é agora chegar aos mais novos ANDY RAIN/EPA

Foi no meio de uma nova vaga de infecções provocada pela variante Delta que o uso de máscaras por causa da covid-19 deixou de ser obrigatório em Inglaterra, a 19 de Julho, ao mesmo tempo que as discotecas puderam reabrir. O “dia da liberdade”, como lhe chamou Boris Johnson, chegou com o ministro da Saúde, Sajid Javid, infectado: o próprio ministro admitia que durante o Verão podia haver mais de 100 mil ou até 200 mil casos por dia, o que seria muito pior do que o pico da crise de Janeiro.

Sugerir correcção
Ler 32 comentários