Manoella 10 Anos Extra Seco: um Porto branco seco e emocionante

Um vinho de classe pura para um final de tarde quente.

Foto

Nas propostas da Wine and Soul (de Sandra Tavares da Silva e Jorge Serôdio Borges) para o Verão, o difícil é saber por onde começar. Se pelo Vinha do Altar Reserva de 2020, com as suas notas florais e com um preço muito estimável (9,90€), se pela subtileza e delicadeza do Manoella Branco de 2020 (11,50€) ou se pelo notável Guru, um branco cheio de complexidade, mineralidade e tensão. Claro que se pode também regressar aos tintos, quanto mais não seja para recordar que o Manoella Vinhas Velhas de 2018 (79,90€) deve ser incluído no rol dos grandes tintos da nova geração do Douro, com o seu aroma e sabores de mata, a sua textura e a sua riqueza gustativa longa e sofisticada. Mas, não. Por uma vez, saiamos do portefólio mais convencional da casa que celebra por agora 20 anos para entrar no domínio do vinho do Porto.