Portugal com 2581 casos de covid-19 e dez mortes. Um óbito abaixo dos dez anos

Criança que morreu na quarta-feira sofria de doença grave. Número de internamentos e pacientes em cuidados intensivos desceu na quarta-feira.

Foto
LUSA/ESTELA SILVA

Portugal registou, na quarta-feira, 2581 novos casos de covid-19 e dez mortes provocadas pelo vírus, de acordo com o boletim epidemiológico da Direcção-Geral da Saúde (DGS) divulgado esta quinta-feira.

Uma das vítimas mortais foi uma criança com menos de dez anos. O PÚBLICO apurou que se trata de um rapaz que sofria de complicações graves, um dos factores de risco que acentua a gravidade da infecção. Esta é a terceira morte em crianças abaixo dos dez anos. 

Sete mortes registaram-se na faixa dos idosos com mais de 80 anos. Os restantes dois óbitos ocorreram nas faixas etárias dos 40 aos 49 anos e entre os 70 e os 79 anos. 

Desde o início da pandemia, foram detectadas 979.987 infecções em território nacional e 17.422 óbitos atribuídos ao vírus.

O número de internamentos desceu face aos dados de terça-feira: há agora menos 21 doentes em hospitais, num total de 898. Destes, 196 estão em unidades de cuidados intensivos, menos oito em comparação com os últimos dados diários da DGS.

Desceu também o número de casos activos de infecção em Portugal: são agora 45.198 infecções, menos 2176 do que na última actualização.

Foram dadas como recuperadas pelas autoridades de saúde mais 4747 na quarta-feira, num total de 917.367 desde o início da pandemia.

Existem, ainda, 69.386 contactos sob vigilância, menos 923 do que na terça-feira.

Esta quarta-feira, não houve uma região que concentrasse a maioria dos novos casos: Lisboa e Vale do Tejo acolhe 36,7% das novas infecções, enquanto 33,6% dos novos casos foram notificados no Norte.

A mesma coisa acontece com o número de óbitos: dos dez, dois foram declarados na região Norte, três no Centro, outros três em Lisboa e Vale do Tejo, um no Alentejo e o décimo no Algarve.