Juiz condenado por violência doméstica e que negava sexo à companheira perde acção no Constitucional

Vítima quer que o seu caso sirva de lição para todas as mulheres na sua situação: “Que não tenham medo. Se eu consegui justiça, mesmo contra um juiz que me chamava menina da plebe, todas o conseguem.”

Foto
Enric Vives-Rubio

O juiz condenado por negar relações sexuais à companheira, com quem viveu mais de uma década, perdeu o recurso que tinha apresentado no Tribunal Constitucional.