O charivari à volta das vacinas das crianças

Percebe-se que, perante a dificuldade do tema, desse jeito uma ordem superior sobre a vacinação dos 12 aos 15 anos. Mas as divergências na própria comunidade médica tornam o objectivo impossível.

Estando a comunidade médica dividida sobre as vantagens da vacinação universal das crianças saudáveis entre os 12 e 15 anos, é natural que a Direcção-Geral da Saúde (DGS) deixe à comunidade médica a decisão. Não é a primeira vacina que precisa de recomendação médica para ser tomada: passava-se o mesmo com a vacina da gripe, até chegar a covid; continua a acontecer com a vacina contra a pneumonia.