A vacinação não é universal, a mentira sim

A desinformação, a truncagem e a manipulação não são uma invenção do século XXI. O problema de hoje é que é mais eficaz mentir do que esclarecer.

Primeiro, ganhámos a corrida pela criação da vacina em tempo recorde, quando o mundo ansiava por uma resposta rápida e eficaz para um vírus imprevisível, devido a uma prontidão que a ciência e a indústria farmacêutica nunca demonstraram antes. Depois, trocámos a geoestratégia das guerras comerciais, que o medo do vírus relegou para segundo plano, quando estas se ameaçavam reproduzir como um estilo de diplomacia, pela geoestratégia das vacinas.