Simone Biles fica com o bronze na final da trave

Na única final individual em que participou, a ginasta norte-americana foi terceira, atrás das chinesas Guan Chenchen (ouro) e Tang Xijing (prata).

,Campeonato
Fotogaleria
Reuters/MIKE BLAKE
toquio-2020,modalidades,desporto,jogos-olimpicos,ginastica,
Fotogaleria
Reuters/LINDSEY WASSON
toquio-2020,modalidades,desporto,jogos-olimpicos,ginastica,
Fotogaleria
EPA/HOW HWEE YOUNG
toquio-2020,modalidades,desporto,jogos-olimpicos,ginastica,
Fotogaleria
Reuters/ATHIT PERAWONGMETHA
toquio-2020,modalidades,desporto,jogos-olimpicos,ginastica,
Fotogaleria
Reuters/LINDSEY WASSON

Pode não levar nenhuma medalha de ouro para casa, mas Simone Biles conquistou nestes Jogos Olímpicos de Tóquio um bronze que será um testemunho à sua coragem de regressar à competição depois de ter admitido publicamente estar a lidar com problemas mentais.

A ginasta norte-americana fez a sua única aparição individual nestes Jogos de Tóquio na final da trave e foi terceira, atrás de duas chinesas, Guan Chenchen (ouro) e Tang Xijing (prata).

Foto
Guan Chenchen levou o ouro Reuters

Biles queria fazer destes Jogos Olímpicos a sua despedida em glória, com o objectivo de superar as quatro medalhas de ouro e uma de bronze no Rio de Janeiro. Qualificou-se para as finais em todos os aparelhos e no concurso completo, mas desistiu a meio da final colectiva e abdicou de todas as finais individuais, excepto a da trave, que era a última.