EUA, Austrália, Eslovénia e França nas “meias” de basquetebol

Depois da derrota diante dos EUA por 81-95, os basquetebolistas Pau Gasol, de 41 anos, e Marc Gasol, de 36 anos, anunciaram a retirada da selecção espanhola.

Foto
Kevin Durante foi decisivo no triunfo dos Estados Unidos da América sobre a Espanha por 95-81 Reuters/BRIAN SNYDER

Kevin Durant, que há dias se tornou no melhor marcador de sempre dos norte-americanos em Jogos Olímpicos, foi decisivo no triunfo dos Estados Unidos da América sobre a Espanha, nos quartos-de-final do torneio de basquetebol masculino.

Os EUA venceram por 95-81, com Durant a fazer 29 pontos e quatro assistências, numa partida em que a selecção espanhola chegou a ter uma vantagem de dez pontos no segundo período. Ao intervalo, o encontro estava empatado a 43 pontos.

“Gostei de como jogámos desde o final do segundo tempo até ao final do jogo e é assim que os vencedores jogam”, disse o basquetebolista de 32 anos

Nas meias-finais os EUA defrontam a Austrália, com Kevin Durant a procurar arrecadar a terceira medalha olímpica consecutiva. Os australianos asseguraram um lugar na próxima fase depois de uma vitória sobre a Argentina por 97-59.

Depois da derrota diante dos norte-americanos, os espanhóis Pau Gasol, de 41 anos, e Marc Gasol, de 36 anos, anunciaram a retirada da selecção de basquetebol.

A Eslovénia, estreante nos Jogos Olímpicos e actual campeã europeia, derrotou a Alemanha por 94-70 e também garantiu a passagem às meias-finais da prova. Luka Doncic foi o melhor marcador do encontro, com 27 pontos marcados.

Na próxima eliminatória, os eslovenos vão encontrar a França, que venceu esta terça-feira a selecção de Itália por 84-75.

Os jogos das meias-finais do torneio de basquetebol estão marcados para quinta-feira, dia 5 de Agosto.