Renaturalizar tem de ser palavra de ordem em cidades sustentáveis

Transformar as nossas cidades e adaptá-las às alterações climáticas e às transformações demográficas “é um problema e um desafio de todos nós”. As autarquias devem liderar o processo, mas envolvendo todos e trabalhando com o vizinho do lado. Até para gastar bem o dinheiro que virá da Europa.

Foto
paulo pimenta

O desenvolvimento urbano sustentável abrange várias dimensões da vida das nossas cidades e pede “uma mudança de paradigma”, uma transformação que as duas especialistas ouvidas pelo PÚBLICO concordam em resumir em dois princípios: “renaturalização e re-humanização”. Como ter cidades prósperas sem que isso queira dizer maiores, com uma pegada ecológica mais marcada. Foi esse o tema da última de dez Conversas Urbanas, uma websérie do PÚBLICO Ao Vivo e um podcast, que decorreram nas últimas semanas, com o apoio da Gaiurb.