Parque Natural do Vale do Tua de portas completamente abertas

É a quinta e última porta de entrada oficial para o Parque Natural Regional do Vale do Tua. A porta de Alijó, em São Mamede de Ribatua, é inaugurada no dia 6 de Agosto.

Fotogaleria
Hugo Santos / Publico
braganca,douro,fugas,edp,turismo,ambiente,
Fotogaleria
Porta de Entrada no parque em São Mamede de Ribatua dr
braganca,douro,fugas,edp,turismo,ambiente,
Fotogaleria
Hugo Santos / Publico
braganca,douro,fugas,edp,turismo,ambiente,
Fotogaleria
Hugo Santos / Publico
braganca,douro,fugas,edp,turismo,ambiente,
Fotogaleria
Hugo Santos / Publico
Fotogaleria
Hugo Santos / Publico
Fotogaleria
Hugo Santos / Publico
Fotogaleria
Hugo Santos / Publico

A primeira porta abriu em Murça e a última abrirá na sexta-feira, dia 6 de Agosto, em Alijó: o Parque Natural Regional do Vale do Tua (PNRVT) terá então todas as suas “portas” abertas para a exploração do seu território de cerca de 25 mil hectares.

Serão cinco as portas de entradas oficiais que correspondem aos cinco municípios por onde se alarga o parque do Baixo Tua - além dos já mencionados, ambos na margem direita do rio Tua, também Vila Flor, Carrazeda de Ansiães e Mirandela (na margem esquerda), que se distribuem entre Vila Real e Bragança.

A porta final do PNRVT vai instalar-se na antiga escola primária de São Mamede de Ribatua e funcionará como “espaço interactivo de conhecimento e de promoção turística do Vale do Tua e do concelho de Alijó”, lê-se no comunicado de imprensa.

Ou seja, não só se conhecerá a identidade territorial de toda a área do parque, como se dará um ênfase especial às especificidades de Alijó - tudo através de um “conjunto de experiências focadas na preservação e valorização ambiental, na herança cultural e patrimonial, na economia local e nas dinâmicas sociais do território”.

A cerimónia oficial de inauguração do espaço - um investimento de 364 mil euros, comparticipado pela Agência de Desenvolvimento Regional do Vale do Tua e pela Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior - acontece às 17 horas e será presidida pela secretária de Estado do Turismo, Rita Marques.

Simultaneamente, também abrirá ao público a exposição “A Cerâmica e a Imagem das Palavras - Poesia à Mesa”, “que pretende divulgar a herança cultural e patrimonial do território”, do escultor Laureano Ribatua.