Como estão a funcionar as restrições com certificado de vacinação pela Europa

Há países em que o condicionamento do acesso só se aplicam a zonas com alta incidência de infecções pelo coronavírus, outros aplicam-no a todo o território. Há quem discuta se deve servir para incentivar a vacinação.

uniao-europeia,dinamarca,austria,alemanha,europa,vacinas,
Fotogaleria
Indicação sobre a apresentação obrigatória de certificado no Parque de La Villette, em Paris IAN LANGSDON/EPA
uniao-europeia,dinamarca,austria,alemanha,europa,vacinas,
Fotogaleria
Manifestação contra o "green pass" em Roma GIUSEPPE LAMI/EPA

A apresentação do resultado negativo de um teste para entrar em vários espaços foi adoptada pela primeira vez na Áustria e comum na Alemanha e foi vista nos dois países como uma medida essencial para a reabertura que se seguiu ao segundo confinamento, em Abril e Maio. Com a vacinação avançada, vários outros países europeus já obrigam, ou planeiam obrigar, residentes a mostrar um documento que faça prova de vacinação, recuperação de covid-19, ou um resultado de teste negativo para poderem entrar em certos espaços, como restaurantes ou bares, museus, hotéis, ginásios, ou discotecas. Aqui ficam alguns exemplos, num lista não exaustiva, do que está a ser feito, e discutido, em alguns países europeus: