Dal Tevere al Tago: os concertos inaugurais de uma nova Real Câmara

A Real Câmara era um dos departamentos da Casa Real, ao qual pertenciam os instrumentistas da orquestra da corte. No novo projecto, a missão é recuperar repertório português do século XVIII.

Foto
cortesia real câmara

Um novo projecto de música antiga idealizado por músicos portugueses chega agora a público, em Lisboa, com estreia na Sala D. Luís do Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa (dia 2, 19h00) e na Basílica de Nossa Senhora dos Mártires (dia 3, 17h00), com dois concertos que serão precedidos por uma conferência pela musicóloga Cristina Fernandes (colaboradora do PÚBLICO), com início uma hora antes.