Lewis Hamilton na pole para a 100.ª vitória da carreira

Piloto inglês terá o companheiro Valtteri Bottas ao lado, na grelha de partida, com Verstappen em terceiro num arranque que promete.

lewis-hamilton,motores,desporto,automobilismo,formula-1,hungria,
Fotogaleria
EPA/Zoltan Balogh
lewis-hamilton,motores,desporto,automobilismo,formula-1,hungria,
Fotogaleria
EPA/Zoltan Balogh

Lewis Hamilton (Mercedes) conquistou este sábado a 101.ª pole position (com 1m15,419s), partindo em vantagem para o Grande Prémio da Hungria, 11.ª prova do Campeonato do Mundo de Fórmula 1, liderado pelo holandês Max Verstappen (Red Bull), com oito pontos de vantagem sobre o britânico, campeão em título, que pode chegar à centésima vitória no circuito de Hungaroring​.

Depois da estreia do modelo de qualificação sprint, no GP de Inglaterra, os pilotos voltaram ao sistema habitual, com Hamilton a confirmar a tendência para dominar na Hungria, tendo sido secundado pelo companheiro Valtteri Bottas, a 0,315s e Verstappen, que sairá da segunda linha, de pneus macios, contra os médios dos dois Mercedes.

Após a alternância entre Hamilton, Bottas e Verstappen nos treinos livres, confirmando o equilíbrio entre Mercedes e Red Bull, a equipa austríaca viu diluída a vantagem de que desfrutou nas últimas qualificações, deixando tudo em aberto para a corrida.

Depois do incidente entre Verstappen e Hamilton em Silverstone, é enorme a expectativa num circuito em que Hamilton é dominador, podendo chegar às nove vitórias em Hungaroring, ou até à liderança do Mundial de pilotos caso o holandês facilite.

Um acidente de Carlos Sainz (Ferrari) na qualificação que definia os dez primeiros da grelha de partida tirou o piloto espanhol da discussão pelas melhores posições, juntando-se a Mick Schumacher (Haas), que nem chegou à qualificação depois de um despiste com choque frontal nas barreiras de protecção.