A confirmar-se, demência de Ricardo Salgado pode servir para atenuar ou suspender pena

Defesa pediu uma perícia médica neurológica ao ex-banqueiro e apresentou exame PET e relatório de um neurologista que aponta para um quadro demencial de Salgado.

Foto
Ricardo Salgado LUSA/PAULO CUNHA

A defesa do ex-banqueiro Ricardo Salgado apresentou um requerimento aos juízes que estão a julgar o antigo líder do Banco Espírito Santo, pedindo a realização de uma perícia médica neurológica ao cliente. Para fundamentar esse pedido, os dois advogados de Ricardo Salgado apresentam o resultado de um exame PET (chamado tomografia computadorizada por emissão de pósitrons, muito utilizado para diagnosticar o cancro ou doenças do foro neurológico) e um relatório de um neurologista que atesta que está a investigar neste momento “um quadro clínico de síndroma demencial, nomeadamente uma Doença de Alzheimer”.