Passagem de porta-aviões britânico pelo Mar do Sul da China causa desconforto em Pequim

China acusa o Reino Unido e os seus aliados de quererem “desestabilizar” a região e promete reagir à presença “perigosa” e “provocadora” do HMS Queen Elizabeth nas águas disputadas.

Foto
O porta-aviões HMS Queen Elizabeth em exercícios militares na costa Leste dos EUA, em 2019 LPhot Daniel Shepherd BRITISH MINISTRY OF DEFENCE / EPA

A República Popular da China tem-se desdobrado nos últimos dias em avisos ao Reino Unido e seus aliados por causa da passagem do porta-aviões HMS Queen Elizabeth pelo Mar do Sul da China. Através do Exército e da imprensa estatal, Pequim alertou para os riscos que a presença do navio de guerra britânico nas águas disputadas traz para a estabilidade da região e garantiu uma resposta à altura.