Comerciantes ocupam “novo” Bolhão no início de 2022

Obras terminam ainda este ano, mas só no início do próximo a transição dos comerciantes vai ser feita. No mercado temporário, os últimos meses vivem-se sem pressa. O “novo” Bolhão “nunca mais vai ser o que era”. Mas isso não tem de ser mau.

Foto

Quando há poucos dias a tela gigante que cobria o Bolhão com rostos e frases de comerciantes foi retirada e fez aparecer a nova fachada cor de terra, o burburinho cresceu a alguns metros dali, no mercado temporário. A reabilitação da nova “casa”, em obras desde Maio de 2018, aproxima-se finalmente do fim e o sonho de um Bolhão renovado fica assim cumprido. “Parece um castelo”, avalia categórica e feliz Sara Araújo.