O concurso de acesso ao superior está a chegar. E o PÚBLICO acompanha-o nas diferentes etapas

Vagas disponíveis nas universidades e politécnicos públicos são divulgadas este sábado. Candidaturas arrancam no final da próxima semana.

Foto
Gabriel Sousa

Aproxima-se uma semana de decisões para o futuro de dezenas de milhares de estudantes. O concurso nacional de acesso ao ensino superior está prestes a arrancar e, nos próximos dias, são também divulgadas duas informações fundamentais para que muitos jovens façam as suas escolhas: o número de vagas disponíveis em cada curso e também as notas dos exames nacionais do ensino secundário.

À meia-noite de sexta-feira para sábado, dia 31, o PÚBLICO divulga a lista com as vagas disponíveis nos cursos superiores. Numa página especial no nosso site, será também possível conhecer a nota de ingresso do último colocado de cada curso no ano anterior.

Esta será também a oportunidade para conhecer os cursos que este ano são abertos pela primeira vez e aqueles onde há mais lugares disponíveis do que há um ano. As regras fixadas pelo Governo no mês passado só permitem um aumento de vagas nas licenciaturas e mestrados integrados procurados pelos melhores alunos ou em áreas consideradas “estratégicas”, como ciências de dados e competências digitais. As escolas de Medicina devem voltar a rejeitar a possibilidade de receber mais alunos, tal como fizeram há um ano, apesar de o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior ter insistido nessa ideia.

O PÚBLICO tem preparado um conjunto de trabalhos, exclusivos para os nossos assinantes, com o objectivo de disponibilizar a informação mais útil a quem tem de escolher. 

O número total de lugares disponíveis no ensino superior público não deve ser muito diferente do que foi fixado no ano passado. Inicialmente, foram abertas 51.408 vagas, o valor mais elevado dos últimos sete anos, mas o Governo acabou por autorizar um reforço, semanas mais tarde, depois de ter sido atingido o máximo histórico de candidatos.

Os exames nacionais deste ano voltaram a servir apenas como provas de ingresso no ensino superior. As regras foram semelhantes às do ano passado, devido à pandemia, mas foram introduzidas alterações que tornaram mais difícil ter notas muito elevadas

Para as decisões de muitos alunos será determinante saber que notas tiveram nos exames, que valem até 50% da média com que vão candidatar-se ao ensino superior. Os resultados das médias nacionais são divulgados pelo Ministério da Educação na segunda-feira, dia 2.

Quatro dias depois – ou seja, sexta-feira, dia 6 de Agosto – arranca o período de candidaturas ao concurso nacional de acesso ao superior. Os estudantes podem apresentar a sua candidatura, que é feita exclusivamente online, até ao dia 20 de Agosto. Os resultados da 1.ª fase de ingresso são conhecidos no final de Setembro.