Portugal um mês à frente da Europa no impacto económico da quarta vaga

Efeito da quarta vaga chegou primeiro à economia portuguesa, mas os sinais começam a ser evidentes, um mês mais tarde, também no resto da zona euro. Perspectivas mais optimistas de retoma do início do mês podem começar a ficar sob ameaça

Foto
Paulo Pimenta

Quando apresentou, no início deste mês, as suas mais recentes previsões para a economia, a Comissão Europeia realizou a maior revisão em alta das estimativas para o crescimento na Europa dos últimos 10 anos. No entanto, bastou um aumento do número de casos de covid nas últimas semanas para que a confiança dos agentes económicos europeus voltasse a ser abalada, ameaçando novamente as perspectivas de retoma. Portugal ocupa, neste novo impasse da retoma na Europa, um lugar na dianteira, com o impacto negativo da quarta vaga da pandemia a fazer-se sentir com cerca de um mês de antecedência face ao resto dos países.