Ex-gestor do Novo Banco diz não ter recordação de contacto para avisar Vieira

Vítor Fernandes, apontado como informador de Luís Filipe Vieira em negócio que lesou FdR, disse à comissão de inquérito ao Novo Banco que as decisões de reestruturações de dívidas do universo do ex-presidente do Benfica foram tomadas de forma “unânime”.

Foto
Rui Gaudencio

Vítor Fernandes, antigo gestor do Novo Banco, diz não ter recordação de ter contactado com um membro do universo Luís Filipe Vieira com o objectivo de alertar para um conflito de interesses na venda da dívida da Imosteps à Iberis. A resposta consta de uma carta enviada à comissão parlamentar de inquérito ao Novo Banco, depois de o Ministério Público ter apontado o ex-administrador como informador de Vieira num negócio lesivo para o Fundo de Resolução (FdR).