Costa falha candidatura do PS ao Porto e escolhe Vila do Conde para apresentação dos candidatos ao distrito

Tiago Barbosa Ribeiro apresenta no domingo a sua candidatura, no Porto. Na sexta-feira, dia 30, líder do PS estará presente na sessão de apresentação dos candidatos aos órgãos autárquicos dos 18 concelhos do distrito.

Foto
António Costa reservou este fim-de-semana para apresentar candidados aos órgãos autárquicos de vários distritos LUSA/ANTÓNIO COTRIM

A polémica que envolveu a escolha do candidato do PS à Câmara do Porto deixou marcas e na hora da apresentação dos candidatos do distrito que vão disputar as eleições autárquicas de Setembro, o secretário-geral, António Costa, optou pela cidade de Vila do Conde, dando um sinal de apoio à candidatura de Vítor Costa, que vai a votos contra a actual presidente do município, Elisa Ferraz, que trocou o PS pelo movimento independente NAU – Nós Avançamos Unidos.

Embora Vila do Conde represente uma “forte aposta” do partido nestas eleições, a escolha do terceiro concelho do distrito não é de surpreender. António Costa faz questão de marcar presença num município que já foi um bastião socialista. Há quatro anos, Elisa Ferraz pôs fim a 40 anos de poder do PS em Vila do Conde e agora o partido aposta em Vítor Costa, um professor universitário que exigiu ser escolhido em primárias, apesar de ter sido também seleccionado pela concelhia local do PS.

Tiago Barbosa Ribeiro, que não foi a escolha de António Costa para o Porto — o seu candidato era Eduardo Pinheiro, secretário de Estado da Mobilidade, que acabou por declinar o convite  desvaloriza a ausência do líder do partido na apresentação da sua candidatura, no domingo à tarde, no edifício da Alfândega, e acena com a presença do ministro dos Negócios Estrangeiros.

“O dr. António Costa, na qualidade de secretário-geral do PS e de primeiro-ministro, tem uma agenda que é apertada. Na apresentação da minha candidatura estará presente o número dois do Governo, dr. Augusto Santos Silva, que sinaliza o apoio do dr. António Costa a esta candidatura”, justificou Tiago Barbosa Ribeiro ao PÚBLICO.

O candidato evita evidenciar algum melindre pelo facto de Costa preferir fazer a apresentação dos candidatos do distrito em Vila do Conde e não no Porto e diz não ver nisso qualquer tipo e desconsideração. “O modelo de apresentação que o dr. António Costa tem vindo a seguir tem sido um modelo de apresentações distrito a distrito. Aliás, chegou a estar marcada uma apresentação com todos os candidatos do Norte, em Vila Real, que acabaria por ser desmarcada por causa da pandemia. Não há aí qualquer tipo de questão”, garante.

Vítor Costa, que apresenta neste sábado a candidatura à autarquia vila-condense, congratula-se que a sessão de apresentação dos candidatos, na sexta-feira, dia 30, seja feita na cidade onde nasceu e na presença do líder socialista. “Sinto um enorme apoio, uma enorme força, uma enorme esperança com a vinda do secretário-geral do PS a Vila do Conde”, declara.

 “A presença de António Costa empresta uma dimensão nacional a Vila do Conde de onde partiram as caravelas rumo aos descobrimentos e realça a reafirmação do nosso concelho no panorama nacional”, acrescenta o também investigador no Centro de Astrofísica da Universidade do Porto, em declarações ao PÚBLICO.

Este fim-de-semana, António Costa vai estar em vários distritos do país a apresentar os candidatos autárquicos: no sábado, estará em Portalegre, Castelo Branco, Guarda e Viseu. E no domingo vai andar por Coimbra e Leiria, passando ainda pela Figueira da Foz, no distrito de Coimbra, apoiar os candidatos aos diferentes órgãos autárquicos do concelho.