Produzir energia solar num espelho de água é o futuro do Alqueva

A prioridade do Governo para aumentar a capacidade do país em energias renováveis vai incidir no fotovoltaico e no recurso à instalação de novos aerogeradores nos parques eólicos.

Foto
Miguel Manso

O reforço da produção de electricidade a partir das energias renováveis previsto no Plano Nacional de Energia e Clima (PNEC) para a década de 30 vai incidir no incremento do solar fotovoltaica. “É tão importante a aposta nesta forma de energia que precisamos de todo o tipo de equipamentos” de pequena, média e grande dimensão para atingir as metas da neutralidade carbónica. O desafio foi lançado por João Galamba, secretário de Estado Adjunto e da Energia na sua intervenção durante a videoconferência realizada pela Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva (EDIA) sobre o tema “Fotovoltaico Flutuante, Oportunidades e Desafios”, realizada no dia 9 de Julho.

Sugerir correcção
Ler 4 comentários