Pais poderão “dobrar” o tempo da licença parental se trabalharem a tempo parcial

A possibilidade de os pais poderem, após os 120 dias desde o nascimento do filho, conciliar a licença parental com o trabalho a tempo parcial é uma das novidades da proposta feita pelo Governo aos parceiros sociais.

Foto
Governo prevê conciliação das licenças parentais com o trabalho a tempo parcial Paulo Pimenta (arquivo)

Para garantir que os pais têm mais tempo para o acompanhamento de filhos pequenos, o Governo propõe que os progenitores possam passar a articular licenças parentais e trabalho a tempo parcial, decorridos os primeiros 120 dias após o nascimento da criança. Esta licença complementar terá, porém, de ser partilhada pelos dois progenitores, para impedir que se traduza num agravamento das assimetrias de género perante o trabalho.